3 de maio de 2007

Costa e Pimentel juntos em 2010?


O deputado peemedebista Luiz Tadeu (foto ao lado), que já foi prefeito da principal cidade do Norte de Minas, Montes Claros, está acreditando numa aliança entre o seu partido, o PMDB, e o PT nas eleições de 2010, tendo como cabeça de chapa ao governo do Estado o ministro Hélio Costa, das Comunicações, e o prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel, como vice. O parlamentar disse que essa dobradinha Costa-Pimentel é possível, tendo em vista que os dois partidos fazem parte da base do governo do presidente Lula no Congresso Nacional, além de ser viável eleitoralmente.
Luiz Tadeu confessa que está trabalhando para que essa aliança entre o PMDB e o PT seja concretizada para 2010, o que representaria a volta do seu partido ao Palácio da Liberdade. Só que o prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel, também é um postulante ao governo do Estado, o que poderá inviabilizar essa aliança na disputa pelo governo de Minas. Quanto à sucessão do prefeito Fernando Pimentel, Luiz Tadeu prefere não fazer qualquer previsão. Mas, obviamente, ela está vinculada à sucessão do governador Aécio Neves em termos de negociação. O deputado federal peemedebista Leonardo Quintão, por exemplo, admite disputar a prefeitura de Belo Horizonte e já trabalha com esse objetivo. Mas a sua candidatura envolve também uma negociação com outros partidos. O fato é que quadro sucessório estadual e municipal ainda está muito nebuloso, mesmo porque as principais lideranças partidárias preferem não se manifestar sobre o assunto.

2 comentários:

Symphronio disse...

Olá Murta, parabéns de novo pelo blog. Tem um senão: por que você não tem postados os comentários. Diversos colegas jornalistas postaram comentários, a maioria elogiando seu trabalho sério, mas nenhuma mensagem dos internautas foi registrada... O que que está acontecendo?

Luiz Tadeu Leite disse...

Agradeço-lhe pela divulgação da minha opinião sobre a sucessão em Minas. Foi sintomático: logo depois da divulgação, o Senador Hélio Costa afirmou que é candidato a senador, mas que admite mudar sua intenção, se for esta a vontade do PMDB. Ou seja: estamos na pista certa...